lunedì, febbraio 18, 2008

Acima da lei, acima da ordem...Amar


Dedilho a minha solidão...Aquele vazio que incomoda, que me deixa desconfortável na cadeira. Preciso de ar, ando pela rua...Tonta...cada vez mais tonta...querendo perder os sentidos.
Queria sim perder os sentidos, naquela morte lenta e imprecisa...
Mas ando mais pela rua, tento buscar o imenso vazio que me incomoda...
Hora de chorar...mas as pálpebras pesam, tudo pesa e nada mais há de pesar, nada mais hei de chorar, pois teria chorado todas as lágrimas fúteis que minhas entranhas ainda possuíam...
Hora de partir, mais um pouco então andar....
Me canso, pois, de chorar...
Eu só queria, quero amar!!!

Isso é tão difícil de entender!!!

3 commenti:

impulsos ha detto...

O vazio é o terreno fértil onde se plantam lágrimas...

Beijo

Marcelo ha detto...

fran!!!
beijão

Nilson Barcelli ha detto...

Estive a ler alguns posts que ainda não tinha visto.
Vc continua a escrever maravilhosamente bem.
Adoro as suas poesias.

Beijinhos.