lunedì, marzo 02, 2009

A viagem entre os dentes...


Aveludas estradas tortuosas
Nas "veradas" os poestas autênticos
se debruçam em tempestade de palavras...

Verbos, amores espalhados
nos versos murchos de verdes abóboras
As pedras ressaltam caramujos esbeltos
e teus olhos meu amor são só saudades....


Se vão os caminhos...das curvas deslizantes
Rodas, muros e outrora mais paisagem
Liquidamente perambulam os poetas
Verdes, sarcásticos e amantes...

E eles queriam as estradas mais sem curvas. Que bobagem se nas curvas se encontra o sabor doce da viagem....

5 commenti:

tossan ha detto...

Você faz uma poesia de duas formas, tanto na escrita quanto na fotografia! Bj

Minha cura
é o dia lindo,
ou não,
meu ímpeto
é o silêncio
nada mais,
por isto
que fotográfo!
*tossan

Carol López ha detto...

Fantástico blog.
Gracias por visitarme.
Te seguiré muy a menudo.
Saludos

Jorge Monteiro ha detto...

Fantástica!
Adorei a edicção a p&b. Captou muito bem o belo efeito das núvens.
Parabéns
Beijinho

Marcelo Cordeiro ha detto...

eu, partiularmente, adoro teu texto

bjo

Estranha pessoa esta ha detto...

... Que clicar tão bonito... arrepiante.

Abraço grande deste lado do Oceano**