sabato, settembre 22, 2007

Assim te mostro meus poros insanos!!!

Os poros insanos
Perturbam a noite silenciosa
Que cadencia ritmos
Desejos de escárnio...

A garganta seca
Perturba a chuva minuciosa
Que desliza cheiros
Desejos dos teus olhos...

As mãos trêmulas
Perturbam palavras sedentas
Que precisam dos gostos
Desejos de tua pele...

Os olhos perspicazes
Perturbam o inexistente
Que sente tua presença
Desejos incontidos do teu sexo...

3 commenti:

vida de vidro ha detto...

E mostras bem, num poema plano de sensualidade e desejo. **

Secreta ha detto...

Hm ... tanta sensualidade ...
Beijito :)

ClariDeggeroni ha detto...

É um poema forte, de uma sensualidade tão genuína... Fala de coisas quentes... Tem o tom dos primeiros raios de Sol da manhã...


Adoro teus comentários!