martedì, luglio 29, 2008

Seus seios...


Cheiro de vento nos pés
Pés leves como a bruma colorida de outrora
Caminho sobre as vísceras alegremente dispostas
da tarde que devagar se finda
Meus ares de solidão caminham
e quando eu chegar
quero apenas ver seus cabelos longos
sobre os seios...bonitos...

1 commento:

RESSACA ha detto...

Aqui nasceu o Espaço que irá agitar as águas da Passividade Portuguesa...