martedì, dicembre 26, 2006

As borboletas estão voando, a dança louca das borboletas...


Observar borboletas é como observar a própria vida. Conclusão que cheguei numa tarde de natal em que repousava sobre saudades da minha família longe e de desejos que papai noel não me atendeu, mas quem sabe ainda me atenderá.


Divagava sozinha naquela tarde confusa, apagada, nublada muito diferente do que esperaria para o natal e entre as flores do então canteiro reparei sua beleza, sua vivacidade, porém confusa.


Alçava seu vôo sobre muitas flores, muitos caminhos, aos poucos possuía um pouco de seu cheiro, mas o vôo frenético de suas asas me desconsolavam, queria ter ela ali, paradinha na minha lente, na minha alma...


Mas, observar borboletas é como observar a nós mesmos, é como esperar a nós mesmos,a indecisão de tantas flores e de tantas cores, a indecisão de tantos vôos, de tantos amores. Por isso nossos vôos são efêmeros, pequenos e os delas? Também foram efêmeros, pequenos, mas estão aí registrados no tempo, e nós? Perdidos no tempo.

8 commenti:

Francieli Rebelatto ha detto...

Quero que este seja a última postagem de 2006, pois além de combinar com a cor do meu blog, tem muita cor para que 2007 seja repleta de poesia e de magia...

Beijos, à todos, que 2007 seja um recomeço brilhante, que nossos vôos sejam grandiosos, e que todos os sonhos se realizem...

Estarei partindo para o meu refúgio, longe de tudo e de todos, pisando em terra molhada no fim da tarde, tomando banho de rio e renovando minha alma...Assim, certamente 2007 será maravilhoso...

Beijos a todos e eu volto...

Naeno ha detto...

Lidas as fotos que mostrastes. Um flagrante feliz.
Muito prazer, sou Naeno.

Um beijo
Feliz Vida

Naeno

Anonimo ha detto...

Olá Francieli

Quero te desejar um feliz ano novo.
Que o ano 2007, seja o ano em que você consiga concretizar todos os seus sonhos.
Te diverte na passagem do ano.

Beijinhos

Anonimo ha detto...

Um 2007 maravilhoso!!!
beijokinhas

rouxinol de Bernardim ha detto...

Que os vôos efémeros ganhem dimensão universal, são os sinceros votos deste rouxinol de Bernardim que envia um beijão do tamanho do Atlântico!

UM 2007 DE ARRASAR!!!

delusions ha detto...

Espero que 2007 lhe chegue com a beleza e o colorido das borboletas.

Boas entradas e um optimo 2007*

Kristal ha detto...

Francieli, um ano novo maravilhoso e cheio de alegrias para você, seus amigos, os amigos de seus amigos e sua família !
Beijos
Kristal

arritmias ha detto...

lindo esse vôo.

nas volta da blogosfera perdemos e encontramo-nos... é como as borboletas.

o pó na fragilidade das asas.