sabato, marzo 24, 2007

Devaneio assim..Entre o nada!!!


Dias de infertilidade, de idéias miúdas, mas de muitas dúvidas. Dias de ficar na cama, mais uma vez voltar para a cama e nunca mais sair da cama. Dias de filosofar inconstantemente, impacientemente consigo mesmo, com as ruas vazias, com as janelas fechadas. Dias de sorrir pra alma, de chorar pela alma, e de não saber o que sentir. Dias de ficar sem comer, de comer qualquer desavença e de apenas não comer mais nada.

Dias de dar passos largos, passos apressados, ou quem sabe deixá-los miúdos a ponto de não dá-los. Dias de pensar mais um pouco, de então deixar de pensar em tudo e apenas divagar imorbidamente. Dias de idéias sem sentido, de poucos atritos e de quantas dúvidas.

Enfim, esses dias de dúvidas me deixam assim, nervosa, quieta, instável, insuficiente, com apenas resquícios de uma vivacidade pequena da alma. Dias de dúvidas, sobre a vida, sobre o brilho no olhar, sobre o ir, ou o ficar, sobre o querer e não querer. Dias de escrever, e então esquecer, mas dias de escrever muito mais e perceber que as palavras jamais me fazem esquecer, quanto mais ser pequena.

Esses dias me perturbam timidamente, mas me levam bruscamente a devanear com a minha cama, com a Elis Regina, com Cazuza, com as palavras, com os dizeres, com a janela aberta, com ela não aberta, com os lençóis desarranjados e com os cabelos desalinhados no espelho. Devaneio com o mundo, devaneio, por fim com as ruínas de minhas dúvidas e nada mais. Sinto que aos poucos decido pelo partir.

4 commenti:

Deusa Do Sol ha detto...

ola...
tudo bem...
para alem de teus textos de puro desvaneio
esta lindo... quem nao tem desses dias...
tambem eu os disfruto muita vez...
boa noite
beijo doce

ClariDeggeroni ha detto...

Hum...
Primeiro no blog do Ciro e do Tiago eu dou umas risadas com os devaneios sobre o 'nada', agora vc... Me fazendo constatar sobre a utilidade do nada, que sempre prepara a gente para alguma coisa... Ou não (como reza a sabedoria popular: de onde menos se espera, daí é que não sai nada mesmo)...
Eu, que também ando naqueles dias de nada, estou escrevendo umas coisas meio mórbidas, mas é so fase mesmo...

Paulo Chagas ha detto...

é! tem dias que são bem difíceis. amanhã é segunda. e hj ainda não terminou...prefiro hj!!!
ks

Nadia ha detto...

Realmente, existem dias vazios, ou talvez cheios, mas de dúvidas, ressentimentos.... também ando nesses dias....bjs