giovedì, marzo 01, 2007

Em paz!!!


Refletiste na realidade nua
Tua fragilidade atemporal

Entregaste tua carne crua
Na dignidade amoral

Refletiste tua tez escura
Na crença no divinal

Fingiste tua essência
Na impossibilidade desumana
Na promiscuidade dos teus valores
Fingiste tua dignidade soberba
Na sustentação insustentada
Possuíste o valor em chama
E te queimaste no próprio espelho...

Refletiste tua realidade nua
E morreste na incredulidade das tuas mãos.

Sinto-me satisfeita!
Meu puro reflexo me acompanha
Em paz!

7 commenti:

editor coke ring ha detto...

parabéns... bela poesia!

vida de vidro ha detto...

E, de alguma forma, não procuramos sempre a paz? Gostei de ler o teu poema. **

Vida ha detto...

Uma viagem de realidades nuas e cruas, quando se chega à meta e se está em paz é saboreá-la.

Beijos e bom fim de semana.

Estranha pessoa esta ha detto...

E que esse estado se mantenha.....
..


Gostei muito, mesmo muito da fotografia..
Revela sensibilidade.. e um estar atenta aos pequenos, grandes permenores.

Abraço grande para ti deste lado do Oceano ***

Nelson Ngungu Rossano ha detto...

Aqui de longe, mas bem perto com o perfume das minhas palavras digo-te que a paz é subjectiva, no entanto muitos se vendem para colmatar o seu consumismo "promiscuidade dos teus valores" em PAZ.

Beijos e bom fds

pensamentos_vagabundos ha detto...

hummmm,que lindo....adorei a foto...
beijo vagabundo

delusions ha detto...

uau que bonito :)

adorei tanto o poema como a fotografia.

Bjs* e boa semana