domenica, marzo 18, 2007

Sublime presença ausente!!!


Esperar
Adormecer
Perecer
E então não ser...

Deitar
Jogar
Admirar
Apenas a ausência pesar...

È assim, que estive este tempo todo esperando as expectativas indecentes de tua presença. Mas vieste mórbido, fraco, com medo. Deitei-me então novamente e mais uma vez espero. Quem sabe da próxima vez que aparecer, ou quem sabe seja a hora de desistir.

Esperar
Sobre meus ombros
Sobre meu colo
Sobre minhas coxas
Sobre meus desejos indecentes.

Adormecer
Sobre Pensamentos sórdidos
Desejos incalculáveis
Sensualidade desabitada
Vontade desregrada.

Perecer
Pela falta
Pela ausência
Pelo medo
Pela descrença
Pela indignidade dos teus passos.

Enfim, apenas mais um pouco de poesia neste domingo, para quem sabe disfarçar mais uma vez as lágrimas...Nossa mas que drama, a sei lá, to meio sem inspiração hoje, por isso fico por aqui mesmo...

5 commenti:

Nocturna ha detto...
Questo commento è stato eliminato dall'autore.
A estranha ha detto...

Mórbido, fraco e com medo... Ele? O teu esperar? talvez não seja tão sórdida a questão... Esperar ou não esperar nestes Domingos que se vão passando?

Beijo, voltarei!

Deusa Do Sol ha detto...

ola
obrigado por tuas palavras
e pela tua sincera visita
falta de inspiraçao ou e mesmo as ausençias que pezam no nosso coraçao?
maravilhoso post
acredito que seja nao um poema mas um grande desabafo...
voltarei
para te ler...
beijo doce
e que amanha seja um dia melhor para ti....

Vida ha detto...

Minha amiga, vamos esperando que a próxima vez seja sempre aquela, a especial. Mas às vezes o esperar também cansa...

Beijos e boa semana para ti.

Nadia ha detto...

“O amor nasce com o olhar. Dos olhos passa para o coração que enxerga muito mais. Quando você vê, a paixão virou amor: uma confusão de sinais, impulsos e palavras. Às vezes você não vê mais nada - é quando dizem que o amor é cego.Obs: Não fui eu que inventei, cópia....