domenica, settembre 03, 2006

Despi-me! Desistir? Nunca...


Despi-me dos medos e dos erros
Desistir não caberia a nossa vã fraqueza
Não agora que já o amo
.
.
.
Beijas-me, então de verdade
Despreza as lágrimas que te molham
E simplesmente me abraça forte.
.
.
.
Serás e és meu melhor presente
E isso me basta
Nessa noite fria
E em todas que espero teu verde olhar me tocar.

5 commenti:

Fernando ha detto...

Hummm. Palavras no mínimo curiosas, impregnadas de Fran e seus sentimentos.

bj, velha.

Fran ha detto...

lindo! não precisa dizer mais nada....


bjs

de Matos ha detto...

Como disse Fran, mais nada ha a acrescentar, nunca se pode desistir de nada, a vida pode ser má, mas nos ainda somos mais portanto ha que lutar ;)

boa semana

Francieli Rebelatto ha detto...

Com certeza, por isso minha resposta foi que nunca foi desistir...Desculpa mas nunca..

beijos amigos

Woman ha detto...

Isso, revolta-te contra o que te prende e segue...

Beijo