domenica, settembre 10, 2006

Soar dos meu desejos sobre teus passos.

Repousa em meus ombros
O doce tocar de seus olhos
Os meus, vão em direção aos pés cansados
E vejo que você não está ali

Afasto-me, então da penumbra da tua falta
Retiro-me delicadamente para meu refúgio
Deito sob mim mesma
E ponho-me mais uma vez a te esperar


Vejo-o descer na escada mansa
Que um dia te estendi na minha alma
Teus passos brandos em perfeita sintonia
Mais uma vez me fazem te esperar,
Preciso do teu olhar verde nesses meus dias de pesar.
Será que és capaz de escutar?

O soar do meu desejo incansável.

9 commenti:

pensamentos_vagabundos ha detto...

:)um sorriso belo para palavras mais belas
beijo vagabundo

poeta_silente ha detto...

Franciele!
Obrigada pela visita ao Blog Tratos e Poesias. Mas, agradeço duplamente...Pela visita e porque me permitiste chegar aqui, através de teu comentário.
Que beleza! Quanta sensibilidade! Que poesias maravilhosas! Textos esplêndidos. A profissão de jornalismo vai ganhar uma excelente profissional em textos.
Mas... agora vou falar sobre o que notei em teus posts... Se me exceder, se estiver errada, podes completar este post, aqui mesmo no teu espaço.
Querida... Percebo-te sentindo-te fraca, frente às agruras da vida, se não, frente à própria vida. Parece-me que pensas carregar o mun do em teus ombros... parece-me que sentes um peso demasiado, o qual te deixa sem forças... embora persigas teu sonho e sigas, sempre lutando.
Somente os poetas e os artistas sentem assim... Porque a sensibilidade destes é acentuada. O que para alguns não significa nada, para um artista é um enorme problema ou fato. Mas é exatamente neste "sentir a mais" que se encontra a beleza da vida.
Não passamos em "brancas nuvens" por ela... Nós vivemos intensamente... fortemente... acentuadamente... e somos felizes na mesma proporção.
Acredita em ti e na tua vida... Acredita nos teus sonhos...
E saibas... embora a vida seja muito difícil - e cada vez mais difícil..., vale a pena viver cada segundo... Vale a pena estarmos aqui, para aprendermos o que é amar e o que é "saber viver".
Beijinhos
Miriam

.*.Magia.*. ha detto...

Escuto e estendo-te a mão!
Vens????

Beijinho Mágico!

arritmias ha detto...

não te preocupes que ouvesse bem o que dizes... beijo

Francieli Rebelatto ha detto...

obrigada pela visita, gente...em especial Miriam, não estás precipitadas, acho que precisod e umas férias, ou será que isso seria fugir dos problemas?

Enfim, às vezes temos que nos permitir viver tal sensibilidade que carregamos, por vezes mais do que os outros...Por isso nos afugentamos nessas palavras evazivas, que carregam tanto de nós...

Beijos e obrigada pelo comentário. Me ajudou muito...

Léia ha detto...

Franciele,
É muito bom te receber sempre e muito bom poder ler teus sentimentos traduzidos com tamanha profundidade e poesia.
No dependência de nossas interrogações buscamos respostas em nós mesmos e as externamos, poetas que somos.
Um grande beijo!!!

Leonardo ha detto...

Normalmente demora, mas quando se escuta e reconhece o sentimento por tantas vezes escondido sem querer do outro lado, não há espera que seja demais, e não há recompensa que se torne exagerada...

Legal Fran, jóia passar aqui e tirar o mofo da sensibilidade guardada lá no canto do pensamento...

dreams ha detto...

ai...
o olhar verde...
a mim esses desconcertam-me...

gostei muito de viajar neste teu sentir

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

luna ha detto...

O mais silencioso dos pedidos é ouvido às mais inimagináveis distâncias.

Beijo Lunar