sabato, novembre 18, 2006

Voltaste Satania?

-Voltaste então Satania a esbanjar sorrisos nas manhãs compridas deste verão? Mas por que voltaste, depois de tanto me fazer penar?

- Cara, poeta, cá retorno para trazer luz aos teus poemas. Sei que tenho me ausentando profundamente, mas fiz de minha vida um manto negro de lamúrias e de descrenças. Momentos difíceis, quem sabe incompreensíveis, por isso, não os trago nas linhas de tuas sublimes poesias, só nas entrelinhas dessa amargura. Mas, cá estou: decidida a dar uma nova chance às poesias, na verdade a minha própria vida. Espero, cara poeta, que desfrute prazerosamente desta luz que emana mais uma vez dos meus dias, já que percebi que se apagasse os faria sofrer mais e eu também estremeceria de dor, de angústia. Por isso subi ao mais alto do monte, onde sempre encontro nossa sábia fênix e ela mansamente, sem julgamentos apenas me oferece a transpiração de suas cinzas cálidas, frescas, puras. Então, volto.

- Agradeço-lhe Satania a volta sincera aos meus versos. Padeço, também com teu sofrimento, como se fosse minha própria alma que sofre. Mas volto, então a escrever palavras bonitas, livres e poéticas com intuito de acalentar tua dor que adormece no teu peito e para enfeitar teus novos dias que despontam no alvorecer deste verão. Para ti, minha nova Satania, um pouco de poesia:


Teu sorriso...
Cálido, quente, poético.
Sopra vagarosamente rápido.
Sobre o monte devaneia:
A sua forma, a sua cor.
Rasga minha face enrugada.
Desregra o cabelo desregrado.
Carrega minha nostalgia padecente.
E me entrega nos braços,
A liberdade de soltar pandorgas.
Pedalada no meio da estrada comprida.
Elasticidade na minha cara.
Seria o vento norte?
Sim, se antes não soubesse que existe teu sorriso.
Se antes não soubesse que retornas aos meus dias.

8 commenti:

Saramar ha detto...

Que prazer imenso ler o que você escreve!
Que prazer sinto em conhecer este espaço de tanta beleza! Estou encantada.
Voltarei, porque gosto de ler tudo, desde o início e conhecer mais e aprender com você.

beijos e um lindo e ensolarado domingo.
P.S. Agradeço-lhe a gentileza.

Marco Santos ha detto...

Franciely,
Vim agradecer a sua amável visita ao meu Antigas Ternuras. Suas palavras foram muito gentis.
Seu blog tem belas poesias, palavras que fazem sonhar, pensar, acrescentar. Parabéns. Gostei muito do que vi.
Beijos e um ótimo final de semana!

Marco Santos ha detto...

Desculpe, errei a grafia de seu nome: FRANCIELI.
Beijos!

Professor ha detto...

Li um comentário seu num blogue que visitei e linkando cheguei aqui.
Vim, vi e gostei!

}}cleopatra{{ ha detto...

Olá Franceli!
Fiquei muito contente com a tua visita e com as tuas palavras carinhosas lá deixadas. Muito obrigada!
Este teu cantinho tb é muito acolhedor, tem palavras muito bonitas e poesias profundas... gostei imenso tb!
A face enrugada de alguém, é sinal de muitas passagens do vento norte... muitos sorrisos esboçados... muitas histórias guardadas...

Um beijo soprado

Janaina Staciarini ha detto...

Francieli, obrigada pela visita. Adorei seu cantinho. Vou voltar sempre...
Um ótimo domingo.

Anonimo ha detto...

Tudo o que escreves resplandece e faz do anoitecer uma coisa vela.
jnhs doces

.*.Magia.*. ha detto...

...se antes eu não lembrasse a falta que me fazes depois...!

Lindo!

Cheers