venerdì, agosto 11, 2006

O que é ter pai, e muitas vezes não ter??

Estavámos sentados juntos sem fazer muita coisa, então lancei a pergunta: O que é ter pai para você? Pedi que me ajudassem a escrever um texto para esse blog a fim de homenagear os pais. De mim eles ouviram que eu tenho o melhor pai do mundo (logo abaixo descrevo o por que), deles ouvi: que sorte que tu tens, meu pai nunca foi muito presente, a outra nem se atreveu a me responder, mas alguém disse que era ter segurança. Por perceber que realmente eu tenho muita sorte por ter um pai como o meu, aí vai a minha resposta para essa pergunta.

O que é ter pai??


Ter pai é ver o papai-noel gordo num dia e em outro descobrir que ele é teu próprio pai magrinho e nem ficar decepcionada com isso.
Ter pai é na páscoa ver ele te erguendo para beijar os pés de Jesus na Cruz.
Ter pai é tentar dirigir o carro, mas brigar por que suas personalidades são fortes o suficiente para dar o braço a torcer.
Ter pai é tentar tocar violão, mas brigar mais uma vez.
Ter pai é chorar pra ele te levar numa festa e convencê-lo e depois você mesmo se arrepender da atitude por perceber que a festa nem valia tanto a pena.
Ter pai é tirar 10 na escola por que sabe que ele só assina teu boletim com nota azul.
Ter pai é ser virgem a vida inteira, entrar na igreja de véu e grinalda (acho que nem meu pai acredita mais nisso).
Ter pai é passar horas conversando sobre coisas de seu passado.
Ter pai é querer cantar, mas quase desistir de tanto ouvir ele dizendo: guria põe essa voz pra for a.
Ter pai é ver ele orgulhoso, assistindo tua apresentação de dança, você cantando, as melhores notas, enfim…
Ter pai é brigar depois de uma festa, quando ele vê que o carro está com algum problema que antes não existia.
Ter pai é passar a vida toda vendo ele reclamar dos seus decotes, da saia curta e do baton vermelho.
Ter pai é ver ele chorar pela Segunda vez na vida, da janela do ônibus, quando você vai embora em busca de seus sonhos, mas enfim os filhos foram criados para o mundo.
Ter pai é passar horas assistindo futebol, tomando vinho e comendo pinhão.
Ter pai é torcer para o Grêmio, viajar de caminhão com o Flamengo e ver o grande juiz que ele é em campo.
Ter pai é ouvir ele gritando: calem a boca, quero assistir o Jornal Nacional, e na hora da novela durmir na cadeira.
Ter pai é ver ele levantando de manhã e te chamando para ir ä escola.
Ter pai é ver ele fazendo o chimarrão bem cedinho e esperar ansiosa pelo teu primeiro mate.
Ter pai é ver ele abrindo mão de muitas coisas da sua vida, para lhe dá o melhor, projetando em ti muitos sonhos que ele não conseguiu realizar.
Ter pai é ir no banco todo mês e sair indignada por que ele depositou 50 pila a menos, justo o dinheiro das festas (será por que?).
Ter pai é ver ele conversando com seu namorando ou amigos por horas e nem lembrar que você existe.
Ter pai é tomar vinho todo o dia durante o almoço.
Ter pai é ver ele sentado sempre no mesmo lugar na mesa.
Ter pai é passar os dias em que tua mãe viaja comendo ovo frito e arroz empapado.
Ter pai é nunca ver ele secando a louça e quando isso acontecer virar um fenônemo na família.
Ter pai é admirar quando ele toca violão, quando ele faz um discurso politico, ou o quanto ele é inteligente.
Ter pai é apanhar de cinta e dizer que odeia ele.
Ter pai é Ter dificuldade de abraçá-lo e dizer eu te amo, pois teu amor não precisa ser mostrado dessa forma.
Ter pai é receber lições de vida:
Não é necessário estarmos sempre em primeiro lugar, mas se ele existe por que não lutarmos para chegar lá.
Filha acabei de perder meu melhor amigo, então dê sempre valor aos teus, pois eles são únicos.
Respeito e humildade é só isso que espero de vocês.

Ter pai é não ter pai muitas vezes.
Muitas vezes por que ele já está no céu.
Outras por circuntâncias da vida, não moram mais com a gente.
Ou apenas são pais ausentes.
E aí nossos pais são nossas próprias mães...


Enfim ter pai é ter alguém para quem sempre podemos voltar quando estamos com saudade, é ligar quando falta dinheiro, é chorar quando estamos mal, é gritar de alegria quando alcançamos o que almejamos. Ter pai é ter uma razão muito maior para viver. È assumir valores, condutas, é ser uma pessoa melhor.
Independente do que é ter pai para você, de que pai você tenha. Independente de como tenha tem sido a convivência com ele ou sem ele, independendente de qualquer coisa, não deixem de dar um abraço a quem você considera como pai: a teu pai realmente, a tua mãe, a um tio, a um professor ou até mesmo ao teu filho, enfim acho que vale a pena, pensar que existe um pai, para aqueles que acreditam, por que não Deus?

Esse texto eu ofereço a todos os pais desse mundo mas em especial à: Aurélio Rebelatto, o grande motivador desse texto, Márcio José Rebelatto, meu irmão que em breve vai me dar um sobrinho, a meus tios, ao meu padrinho, ao meu professor Adair, que tem sido um grande pai, na faculdade, e à Juliano Mendes, que eu considero um pai exemplar e que deixará o filho muito orgulhoso. À todos Feliz Dia dos Pais e sintam-se homenageados por mim, que não passo de uma filha, por vezes rebelde, mas em todos os momentos feliz por ter o melhor pai do mundo.

3 commenti:

Fernando ha detto...

ter pai? Que bom que tens um que pelo que tudo indica é o melhor, e sejas sempre muito feliz com ele...Pois ter pai muitas vezes é não ter pai...bj

GMI ha detto...

Teeer pai? é a melhor coisa do mundo, e eu amo o meu que para mim é o melhor do mundo.;D

Anonimo ha detto...

Ter pai, bom eu não posso dizer q eu tenho um pai pq ele me abandonou quando eu era muito pequena mas eu oro pra q eu o encontre e q eu possa compensar estes 17 anos q eu conviver,eu tenho esperança q ele vai me procura e td vai ficar bem!!